NA TRANSIÇÃO VIVIDA PELO BRASIL

Filhos amados, seareiros do Consolador Prometido, seja Jesus o nosso Guia e o excelso modelo a seguir!

Não deixemos turbar nossos corações à frente da iniquidade e dos crimes de lesa-consciência que a população se habituou a ver desfilar através dos dias escuros e tristes que o País vive na atualidade…

Sob a Luz do Cristo Jesus, o País que deu corpo e vida à mensagem do Espiritismo Cristão – essas terras férteis e dadivosas – atravessará, como sói acontecer a todas as dádivas que o Céu concede aos homens, o escárnio e a zombaria, por efeito do despreparo e das viciações históricas de diversos Espíritos endurecidos em seus propósitos egocêntricos, regados a ambições e vaidades.

Filhos, a borrasca varre a psicosfera brasileira, por algum tempo, mas não por todo tempo.

Esta é a hora da separação dos bodes e das ovelhas, pois, à Luz Brilhante, nenhum espectro da ilusão se animaria a dominar e se impor, do mesmo modo que o Bem ou os amantes do Bem se reunem, qual um feixe de varas, a leviandade e a corrupção se associam, prenunciando um profundo tumor que está prestes a ser drenado, ensejando aos infelizes semelhantes, que o constituem moralmente, a transladação vibratória para outro domínio da Casa do Pai, onde poderão encontrar tratamento adequado e eficiente, tendo em vista que já cumprem, na Humanidade terreal, o seu papel de instrumentos do escândalo.

Nossa tarefa nestes dias não será outra que a da confiança irrestrita no Senhor, com o exercício incansável da bondade, resgatando, do Cristianismo Primitivo, o espírito santo do Evangelho.

Perdoar e amar sem desfalecimento; estudar e se iluminar sem solução de continuidade.

Nossos Jardins de Fraternidade, nos grupos, nos lares, nas empresas do Bem, serão os oásis dos cansados e oprimidos, tanto quanto dos que chegam pela reencarnação com o desejo de servir a Deus.

Unamo-nos verdadeiramente, para cumprir no Mundo a vontade de Jesus; fujamos ao artificialismo religioso, evitemos toda e qualquer elitização.

Compreendamos que o nosso Movimento redentor, passa de coração a coração, sem a entronização dos movimento de massa, em que os interesses imediatos e as vaidades são fantasmas e obsessores a minarem o espírito da Caridade.

Estamos convosco, não para agredir ou lutar com violências, porém, para erguer na Terra o Templo da Fraternidade Humana, por Jesus e com Jesus!

 

BEZERRA DE MENEZES

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner G. Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 13 de novembro de 2017).