OPORTUNIDADE AO BEM

Queridos amigos, Deus abençoe a todos!

Da Terra sobe aos céus os clamores e lamentações acerca do tempo de transição que o globo vive.

Se existem orações sinceras e fervorosas, estribadas na confiança verdadeira no poder de Deus, há, em número muito mais avultado, as preces que mais parecem lamúria e revolta, inconformação e pedido de contas ao Criador, em razão das dificuldades e lutas em curso na crosta…

Esse painel mental, então vigente, tem revelado aos grandes orientadores da vida espiritual, o quanto o Cristianismo de Jesus ainda não conseguiu penetrar as almas e os corações, permanecendo, lamentavelmente, na esfera do convencionalismo e dos negócios materiais, que pessoas e templos engendram, numa superficial abordagem do Evangelho, impedindo o fluxo do progresso desejado.

Transição, meus amigos, é tempo de profundas transformações, e, por isso mesmo, é o tempo mais fecundo de se mostrar os genuínos valores da educação espiritual que Jesus Cristo legou ao nosso Mundo.

Há lógica no que afirmamos:

sem escuridão, a luz seria uma tese;

sem a terra escura e úmida, a semente seria uma incógnita;

sem o casulo de interiorização, a borboleta seria uma utopia;

sem atividade renovadora, em aspecto moral, o homem estaria ainda na Era do Sílex.

Líderes atormentados e injustos, são instrumentos de valorização da paciência e da caridade alheias;

Escassez financeira, gera atividade espontânea, em que a genialidade moral e ética se erigem;

Pobreza e flagelos humanos, desafiam o sentido humanitário das sociedades, fazendo fulgir soluções positivas na base do sentimento fraternal.

……………………………………………………………………………..

É tempo de dar ensejo ao bem e não apenas de engrossar as lamúrias dos preguiçosos e acomodados às ilusórias facilidades do passado…

Levantando semelhantes raciocínios, apenas reproduzimos algo do pensamento de grandes Benfeitores do Além, que, para demonstrarem a fragilidade da fé dos cristãos do Mundo, nos fazem lembrar que Jesus, para iluminar a Terra, escolheu a Manjedoura para nascer, elegeu a carpintaria singela de José para vencer a juventude e acolheu a miséria dos homens e mulheres para laborar, culminando, enfim, entre dois ladrões e sob o apupo do povo inconsciente, na Cruz gloriosa, em que seu coração amoroso se abriu para sempre, como meio de quebrar o domínio das resistências e do egoísmo, em favor de uma vida de alegria e paz no seio do excelso Pai!

Sejamos nós, os que oferecem, todo dia, oportunidade para que o Bem se mostre, por uma vida sempre melhor para todos!

HONÓRIO ABREU

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 11 de setembro de 2017).