Categorias
Outros Autores

A MAIOR BATALHA

Meus filhos, que a luz suave e terna do coração da Santíssima nos envolva e ilumine por dentro dos corações!

A todo instante somos compelidos a lutar no plano externo da existência, dentro dos condicionamentos e de cultura da vida que em humanidade podemos implantar e desenvolver…

Por milênios buscamos nas batalhas da sobrevivência comum e da imposição de nosso poder pessoal a realização externa, em suas múltiplas expressões…

Chega, porém, pela somatória dos aprendizados entre ilusão e desilusão, o momento de lutarmos por depurar os próprios sentimentos – o que inaugura o ciclo eminentemente moral e espiritual para as almas já marcadas por tantas experiências reencarnatórias.

Essa a batalha, que tudo tem a ver com a proposta de Jesus em seu Evangelho, é a mais árdua e desafiadora, porque ela já não propõe o domínio do mundo e das pessoas em regime de escravização para enaltecimento da personalidade, mas o domínio de si mesmo, como atestado insofismável de pureza do coração.

É nessa guerra entre o “eu” e o “nós” que derramaremos as lágrimas mais amaras e que sentiremos na caminhada, cravada em nossos pés, os espinhos mais impiedosos…

A maior batalha que travaremos ou que já enfrentamos, dentro das lições do Cristo, é também o clima mais fecundo e mais promissor, diferenciando-se de todas as outras batalhas da evolução, porque nesta, em particular, o troféu ou lauréu a nos ornar a alma é o Amor, a divina herança com que o Pai nos distingue, após suores e lágrimas, temores e incertezas, dores e decepções!

Não temais nada do que a matéria e as condições transitórias do mundo terreno vos apresentardes por caminho ou realização: são miragens, testando-vos a coragem e a fé!…

Amai, filhos e filhas, ainda que não sejais amados ou compreendidos no afã de se dar…

Jesus segue à frente e cuida das florações divinas que, em nossos corações, anunciam entre tormentas e desafios o tempo da nossa redenção, quando a Verdade de Deus se evidencia e a felicidade recamada de paz nos consolam em júbilo sem fim!

Que o Senhor nos fortaleça e nos inspire sempre!

BEZERRA DE MENEZES

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 25 de novembro de 2019).

Categorias
Outros Autores

À LUZ DA ORAÇÃO

Se julgas que a oração não passa de artifício da religião convencional, por mantra de condicionamento exterior de fé, pensa no que seria a Terra sem o fulgor do Sol que brilha em nome de Deus para favorecer a vida planetária, das entranhas abismais à atmosfera gasosa.

Orar, na justa conceituação espiritual, significa buscar a luz de Deus para espraiá-la em torno, com o propósito santo de aliviar as tensões e balsamizar os caminhos.

Se os corações humanos cultivassem com maior devoção o benefício da prece, com certeza as nuvens borrascosas das incertezas não impediriam a radiosidade da alegria em seus corações, tanto quanto reduziria, a leve e temporal, as tempestades emocionais que causam as mais danosas enfermidades e obsessões, por efeito da violência que comunicam.

A oração, por sua importância e poder renovador, mereceu de Jesus, que a ela recorria constantemente, a mais sublime expressão de fervor e consciência, quando, diante dos discípulos ainda inseguros e atônitos, deu-lhes a formosa feição de poder e glória ao iniciá-la reverente, dizendo:

– Pai Nosso que estais no Céus…!

MEIMEI

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 19 de agosto de 2019).

Categorias
Outros Autores

NOSSA COLMEIA

Centro de belas atividades
Da alma, em fé e louvor,
Aqui se trabalha as verdades
Que emanam de Deus-Criador…

Colmeia de pensamento e ação,
Inicia os da Terra e do Além
Nas ondas da sincera elevação,
Que nascem do Eterno Bem…

O tempo lhe qualifica as equipes,
Inclusive os próprios mentores,
E ressuma o bem que pontifica
O amor em seus esplendores…

Ao Grupo fraterno eu digo:
Prossigamos na bênção de Deus!…
É o que suplica esse pobre mendigo
Dessa luz que brilha aos olhos meus!

JOSÉ GROSSO

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner G. Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 03 de junho de 2019).

Categorias
Outros Autores

REFLEXÕES NO NATAL

Filhos amados:

que a ternura de Maria Santíssima nos inspire o bem-querer e a mansidão no trato de uns para com os outros!

            O Natal de Jesus, relembrado ao final de cada ano, é, para os que se sensibilizam, o cume do monte da elevação – verdadeira estrela de amor a nos recordar a bondade sem-fim de nosso Pai e Criador.

            O mundo físico – e suas adjacências espirituais de natureza inferior – se convulsiona, em provações e sofrimentos de toda ordem…

            Nele, o materialismo dita as ordens, escravizando concepções e práticas em todos os segmentos de trabalho e realização, incluindo os ambientes religiosos tradicionais, onde deveriam laborar sob a fé lúcida e coerente no Poder de Deus.

            Vemos, filhos, o dilema: materialismo versus espiritualidade, submetendo pessoas e instituições a provas e aferições de toda expressão, como se nesta hora a Terra inteira estivesse cobrando os tributos da coerência e da verdade por toda parte…

             É, de fato, um período de graves definições, confirmando as profecias de Jesus registradas em as anotações de Mateus, capítulos 24 e 25.

            O materialismo perverte a lógica da vida, e é por efeito desse sistema cruel de experiência e subserviência moral que, para muitos,

o dinheiro está acima do caráter,

o sexo fugaz prevalece sobre sentimentos,

a viciação fere os princípios da responsabilidade,

a leviandade desqualifica o santuário do lar,

os negócios da ambição desviam os templos dos seus ofícios santificantes,

e fobias e  loucura substituem a alegria de viver e o serviço espontâneo no bem…

            Toda vez que qualquer de vós negociais com a iniquidade, abrindo mão do que a consciência vos dita internamente, atestais o domínio do materialismo em vossa existência.

            Não defendemos aqui o fundamentalismo religioso e muito menos as posições extremas de vida e de expressão religiosa. Salientamos a ausência do amor divino, sufocado por sensações grosseiras e imediatistas, tanto quanto a ausência de confiança em Deus, convertida em simonia, quando muitos se vendem aos sistemas do mundo, comprando em verdade as mesmas ilusões que fizeram perder a Judas Iscariotes no passado!

            Natal, meus filhos, é o tempo das memórias divinas, em que, desde o brilho da estrela em Belém até o nascimento de Jesus numa manjedoura singela, encontramos as belezas da genuína fé, pois os céus anunciam o tempo novo, e esse tempo do amor e da sabedoria se apresenta na simplicidade invencível e eterna da humildade de coração!

            Reflitamos, meus filhos, sobre a presença de Jesus em nós, não como culto externo, com palavras brilhantes e fugidias, mas como força de consciência a nos moldar o caráter regenerado, porque edificado na verdade do Pai, em devoção e caridade.

            Desejamos a vós todos, filhos do nosso coração agradecido, as luzes imperecíveis da comunhão com o Cristo, em eterna glorificação de Deus!

BEZERRA DE MENESES

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner G. Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 17 de dezembro de 2018).

Categorias
Outros Autores

ALEGRIA DE VIVER

Espraia o olhar em torno de teus passos e fixa as imagens da Natureza por aulas divinas a te revelarem o infinito amor de Deus…

A matéria, que constitui o teu corpo,  que codifica o dinheiro em cédulas, que te edificou a casa e te impressiona os sentidos físicos, é moldura transitória de tua imortalidade, denominada vida.

Entende isso e cultiva a alegria de viver, porque o corpo adoece um dia, sem que isso represente o fim de tuas habilidades de alma; o dinheiro escasseia, convidando-te a valorizar tuas virtudes e princípios; a habitação que te guardava o lar pode ser hipotecada, sem que tuas venturas nas relações humanas se esgotem…

Toda moldura de matéria é condição passageira a te ensinar sobre o teu poder de amar e de saber sobre tudo.

Não abras mão de ser feliz, tanto quanto possas na terra, por ausência de alguma posse material ou de qualquer condição física.

O Espírito é tudo e só ele triunfa dos jogos de interesses e das convenções que o tempo desmancha, convertendo-os em pó.

Usa tudo com sobriedade e nunca te escravizes aos recursos que te emolduram a existência.

A alegria de viver é Dom Divino, nascido do amor de Deus e manifesto em todos os filhos que sabem glorificá-lO no bem.

Quanto mais te entregares ao otimismo e ao serviço útil por devoção à luz, mais e mais a alegria de viver te converterá o coração em usina de ternura e paz!

MEIMEI

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 15 de outubro de 2018).

Categorias
Outros Autores

NA TRANSIÇÃO VIVIDA PELO BRASIL

Filhos amados, seareiros do Consolador Prometido, seja Jesus o nosso Guia e o excelso modelo a seguir!

Não deixemos turbar nossos corações à frente da iniquidade e dos crimes de lesa-consciência que a população se habituou a ver desfilar através dos dias escuros e tristes que o País vive na atualidade…

Sob a Luz do Cristo Jesus, o País que deu corpo e vida à mensagem do Espiritismo Cristão – essas terras férteis e dadivosas – atravessará, como sói acontecer a todas as dádivas que o Céu concede aos homens, o escárnio e a zombaria, por efeito do despreparo e das viciações históricas de diversos Espíritos endurecidos em seus propósitos egocêntricos, regados a ambições e vaidades.

Filhos, a borrasca varre a psicosfera brasileira, por algum tempo, mas não por todo tempo.

Esta é a hora da separação dos bodes e das ovelhas, pois, à Luz Brilhante, nenhum espectro da ilusão se animaria a dominar e se impor, do mesmo modo que o Bem ou os amantes do Bem se reunem, qual um feixe de varas, a leviandade e a corrupção se associam, prenunciando um profundo tumor que está prestes a ser drenado, ensejando aos infelizes semelhantes, que o constituem moralmente, a transladação vibratória para outro domínio da Casa do Pai, onde poderão encontrar tratamento adequado e eficiente, tendo em vista que já cumprem, na Humanidade terreal, o seu papel de instrumentos do escândalo.

Nossa tarefa nestes dias não será outra que a da confiança irrestrita no Senhor, com o exercício incansável da bondade, resgatando, do Cristianismo Primitivo, o espírito santo do Evangelho.

Perdoar e amar sem desfalecimento; estudar e se iluminar sem solução de continuidade.

Nossos Jardins de Fraternidade, nos grupos, nos lares, nas empresas do Bem, serão os oásis dos cansados e oprimidos, tanto quanto dos que chegam pela reencarnação com o desejo de servir a Deus.

Unamo-nos verdadeiramente, para cumprir no Mundo a vontade de Jesus; fujamos ao artificialismo religioso, evitemos toda e qualquer elitização.

Compreendamos que o nosso Movimento redentor, passa de coração a coração, sem a entronização dos movimento de massa, em que os interesses imediatos e as vaidades são fantasmas e obsessores a minarem o espírito da Caridade.

Estamos convosco, não para agredir ou lutar com violências, porém, para erguer na Terra o Templo da Fraternidade Humana, por Jesus e com Jesus!

 

BEZERRA DE MENEZES

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner G. Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 13 de novembro de 2017).

Categorias
Outros Autores

A OBRA DO CRIADOR

Meus irmãos, paz entre nós!

A verdade, simbolizada no Verbo Divino, donde tudo que existe surgiu, é o cinzel formoso que talha a perfeição em todos os seres do Universo.

Cada um de nós apresenta, em seu íntimo, a matéria-prima na feição de sentimentos e de ideias, que é submetida às Leis que a tudo dirigem – a verdade imutável e eterna, oriunda do Amor do Pai.

Quando o sofrimento surge – eis um lance do cinzel divino a talhar o caráter e os bons princípios…

Quando a ação caridosa faz fulgir um coração fervoroso, como instrumento do Bem legítimo – eis vigoroso lance do cinzel divino a multiplicar esperança e reconforto…

A Verdade corrige, como também consola e soergue.

A obra de Deus pode apresentar a dualidade conhecida no Mundo em que viveis, mas ela é – e será sempre – o vigor da Luz, o poder do Amor e a eternidade da Vida, em depuração e esplendor!

Compreendamos a onipresença do excelso Pai pela Verdade, e seu Amor nos converterá à felicidade sem peias!

EURÍPEDES BARSANULFO

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 23 de setembro de 2017).

Categorias
Outros Autores

TERRA DA PROMISSÃO

À luz da vida imortal, a ciência é a Verdade.

Para o Espírito livre do corpo denso que o condiciona a determinadas funções evolutivas, de natureza expiatória, provacional ou de iluminação — esta última nas missões especialíssimas que assume a bem da Humanidade —, a busca da verdade movimenta todas as suas potências e o dota de visão mais larga de Deus e de suas Leis Eternas.

Quando o Espírito, na erraticidade que se borda de infinitas expressões no plano da organização e da interdependência, deseja repouso, conforto íntimo e pausa no seu processo de expansão mental, ele se deixa levar pelos arroubos das relações mais caras, em clima de beleza e arte, de trocas espontãneas e saturadas de valores sentimentais, em profunda afinização. Estes últimos são os climas de seu entretenimento, que lhe refazem as forças do coração, fecundando-o de santas e imorredouras inspirações.

Traçando alguma idéia acerca de nossos movimentos no Além, desejamos refletir sobre as experiências que os espíritas sinceros logram conquistar, quando de modo continuado e metódico, lançam-se ao estudo e apreciação da obra de Allan kardec, tanto quanto das obras clássicas do Espiritismo, e mesmo das de natureza mediúnica — aquelas insuspeitas e idôneas. Isso é culto da verdade, que dota os homens de saudável razão e que o ilumina no plano do discernimento.

Com esse passo, os encarnados se munem dos genuínos princípios de vida cósmica e capacitam a vivenciá-los no plano pessoal, através dos mais sublimes regalos de alma — seja nas relações que entretecem com os seus afetos, amigos e companheiros, seja em atividades nobilitantes e acolhedoras do coração, como o lar, as viagens, as artes, as meditações…

Considerando os fatos decorrentes do encontro do indivíduo com as luzes da Doutrina Espírita, não temos dúvida de que os encarnados, nessa condição, alcançam a Terra da Promissão, onde manam o leite vigoroso da Verdade e o mel reconfortante e doce do Amor.

O plano divino de Jesus, ao prometer o Consolador aos homens se cumpre: eis, para os dedicados e sinceros filhos de Deus, a Terra da Promissão!

 

HERCULANO PIRES

 

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 21 de outubro de 2017).

Categorias
Outros Autores

CARTA À MINHA MÃE

Mãezinha querida:

Embora sejas, desde o meu nascimento, o anjo de Deus a velar sobre a minha cabeceira, os homens aí na Terra lembraram de te dedicar pelo menos um dia, para os ofícios sagrados da gratidão…

Penso, hoje, que se Deus escolheu um representante para mostrar ao Mundo a grandeza de seu Amor, Ele, sem dúvida, escolheu as mães, pela capacidade de renúncia e de abnegação que são capazes de demonstrar cuidando de seus filhos.

Recordo-me de que, quando a má vontade e a azedia me tomavam o gênio infantil, resistindo ao banho e aos deveres da escola, usavas tato e energia irresistíveis, desviavando-me da rebeldia, ao enfeitar os meus cachos de cabelos com flores singelas…

Mais tarde, na juventude, fazias-te amiga conselheira fiel, ajudando-me a refletir melhor ante os apelos dos rapazes que passaram a nos sondar os encantos feminis em eclosão…

Depois, já consorciada, e sentindo os deveres pesados do próprio lar, eras-me o amparo da experiência e o arrimo benfeitor, inspirando-me a ser para o esposo e para o lar o sentimento nobre e a força moral que harmoniza em Deus.

Ah, mãezinha! Quantas lembranças de luz meu coração reune nesta hora em que o Mundo homenageia a tua missão sublime, que, para além de conceber e dar à luz um filho, converteste o próprio coração em tabernáculo santo de Deus, para ensinar-nos os caminhos da retidão e as escolhas da paz!

Sim, mamãe!… foste para mim o anjo humilde que se esqueceu, para fazer-me tão formosa e tão cristã quanto Jesus espera de todas as criaturas…

Se neste dia, ante a grandeza de tua dedicação e paciência para comigo, algo posso oferecer-te, são as flores perfumosas e imorredouras da infinita gratidão que brotam de meu peito.

Essas flores imortais, mamãe, são as preces que elevo a Deus, dizendo, sem palavras, ao Criador da Vida:

Obrigado Senhor, pelo heroísmo das mães que se apagam no Mundo para que seus filhos possam brilhar e ser felizes!

MEIMEI

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 08 de maio de 2017).

Categorias
Outros Autores

SILÊNCIO E ORAÇÃO

Meus filhos: que a Graça do Senhor vos alcance e vos asserene, ante as ilusões do Mundo!

A divina oração é, sem dúvida, a entrega completa da alma a Deus. Todavia, para que a nossa oração devocional se torne plena, guardamos o dever de silenciar os nossos movimentos de egoísmo, de orgulho, de ambição, de vaidade, de indiferença, de presunção no poder.

O culto do silêncio antecede a sublime conversão da alma ao Pai e Criador.

Esse exercício – o de silênciar o egoísmo e a vaidade – nos é requisitado todo dia, quando, no corpo físico, julgamos possuir o Mundo e tudo que está nele por obra de nosso Pai.

A ilusão da posse e o estigma da ambição nos escravizam e nos torna bulhentos, desrespeitosos, agressivos, insolentes, infiéis à vida, a Deus…

As guerras surgem no Mundo a propósito das falácias e dos planos sinistros do egoísmo – essa declarada negação do amor de Deus que permeia toda a Criação infinita.

Tendes uma doutrina santa em vossas mãos, pois sendo ela o “Espírito Sagrado do Evangelho” é capaz de guiar-vos na conquista do silêncio do vosso “eu”.

Então, conscientes quanto ao caminho e desejosos de iluminação por sentirdes o rócio da Vida abundante ensinada por Jesus-Cristo, podereis comungar com o Eterno, através do silêncio que erradica o mal de vosso ser, definitivamente.

Que em silêncio produtivo e edificante, possais vós orar e vos plenificar em Deus!

TERESA d’ÁVILA

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner Gomes da Paixão durante reunião pública do Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG, no dia 24 de abril de 2017).