EVANGELHO E FUTURO

Meus amigos, muita paz!

O cerne da proposta espírita no mundo há de ser apreendido pelos corações já saturados das vaidades humanas, com vistas à grande Luz da verdade e do amor de Deus.

A bem da justa compreensão de nosso papel no concerto da Terceira Revelação, o conhecimento doutrinário deve converter-se em sublime premissa à mensagem redentora da Boa Nova, como os substanciosos e sintéticos prefácios em relação ao conteúdo de uma pujante obra literária…

A tarefa dos estudiosos não deve fugir à do aluno aplicado que associa teoria e prática, ciência e laboratório, sem o que as tendências personalistas podem desalinhar o conteúdo da formação individual.

Vivemos no mundo terreno a fase de incubação dos valores de vida, porque um século e meio de Revelação genuína[i] solicita esse “hiato” para aferição do aproveitamento por parte de pessoas e grupos existentes.

Daqui para diante, ajustes e movimento de qualificação vibratória serão impositivos do serviço com o Alto, considerando que uma nova ordem se estabelece e fará desaparecer a fase lamentável dos palpites e das paixões interesseiras a propósito do Consolador e de seus arautos.

Recolhimento que expresse compromisso com a Obra e ações cadenciadas em nível responsável quanto discernido caracterizará o que interessa ao Senhor.

A zombaria vigente e o descaso ululante em relação à moral evangélica tornar-se-ão, com a tomada de posição dos “filhos do Evangelho”, um brado fraco e sem qualquer expressão social, pois os clarins anunciadores da nova aurora prenunciam o conforto aos desesperançados, o ânimo renovado aos caídos de exaustão e a alegria divina aos combatentes do Bem!

Evangelho, em espírito e verdade, meus amigos, é o futuro do Planeta!

Jesus, Kardec e nós é uma trilogia da Luz de Nosso Pai. Bem-aventurados são aqueles que, por devoção à verdade e ao bem, deixam-se consumir em serviço e fé, por amor à ordem, ao progresso, aos próprios semelhantes!

EMMANUEL

(Mensagem psicografada pelo médium Wagner G. Paixão em reunião pública do dia 30 de novembro de 2013, no Grupo Espírita da Bênção, em Mário Campos, MG)


[i] Referência ao sesquicentenário de O Evangelho segundo o Espiritismo.